quinta-feira, 7 de maio de 2009

Saudades!

"Estava pensando, durante um culto, e senti saudades dos meus tempos de menino, quando eu ia à igreja com meu pai... Nasci num lar cristão e me lembro de que, mesmo criança, eu sentia uma vontade incontrolável de chorar, ao ouvir as pregações e hinos. Eu não entendia o porquê disso, mas acontecia sempre.
Lembro-me de que as pregações antigamente falavam do Arrebatamento, de um Homem que morreu na cruz, e isso mexia muito comigo... Falavam também de arrependimento, santidade e Espírito Santo. Os hinos eram belíssimos, extraídos de histórias bíblicas; as vestimentas eram diferentes. E o pastor da igreja contava as suas experiências de andar quilômetros e quilômetros para evangelizar e visitar os irmãos. Eu me lembro de que chorava, pois tudo aquilo mexia comigo, e eu tinha apenas 10 anos.
Hoje, com 31, vejo tudo diferente; os hinos só dizem que vai chover, trovejar, sacudir, vai ter terremoto, redemoinho, ciclone... Não falam nada de Jesus; é só declaração de amor que a gente não sabe para quem é, de fato. As pregações, por sua vez, não são mais sobre o Arrebatamento, arrependimento, santidade; não há sã doutrina, e os pastores já não visitam nem evangelizam mais, porque o carro está na revisão...
Que saudade dos meus tempos de criança!

Josedilson dos Santos Silva" *

*( trecho extraído do Blog do Ciro, cujo link está no meu recomendado ao lado )

3 comentários:

Pedro Mendes disse...

oh Glória!

Elaine Cândida disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elaine Cândida disse...

Eu também ainda choro (literalmente) de saudades desse tempo.

Eu peguei parte dessa época em que Jesus Cristo era o tema central do Evangelho. E isso fazia tanta diferença!

Foi nesse tempo que me converti.

Fosse hoje, certamente não produziria o mesmo resultado em mim, pois eu é que estaria no centro do evangelho, "mandando e desmandando" em Cristo...

Que contradição terrível para quem pretende, um dia, chegar até o Céu!

...

Shalom.